Umumbigo


madrugada
Janeiro 3, 2013, 1:01 am
Filed under: nostalgias

XVIII

Nessa madrugada, Violeta desceu com desejo de comer uma fatia de bolo de alperce, quando surpreendeu Manuel no quintal.

– O que fazes aqui?

– Procuro transformar uma planta em ser pensante, sorriu.

– E quem te disse que já não pensam?

Perante tal evidência, caiu redondo na terra orvalhada.

Anúncios

Deixe um Comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: