Umumbigo


estranho
Março 16, 2014, 7:49 pm
Filed under: nostalgias

CVII

No calma de um domingo, como sempre deveria ser, o sol queima o ombro descoberto que exclama: estou vivo.

Bianca tem um livro nas pernas que abre para fechar e abrir de novo, o livro agora em cima da mesa e ela virando as páginas como o faz todas as manhãs daquele dia da semana no café em frente ao mar. Nunca lê e hoje não é exceção.

Prefere antes a satisfação de dizer olá a um estranho ou seguir uma nuvem ou mesmo contar as páginas do livro, uma a uma.

Noutro ponto, nesse preciso momento, perguntam:

– A Bianca?
– Foi viver para o litoral.

Anúncios

Deixe um Comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: