Umumbigo


chorão
Junho 6, 2014, 1:47 pm
Filed under: nostalgias

CXC

Tinha  superabundância de humores no sangue. Quase excesso de vida. Pletórica, ria aos gorgolhões. Tinha um gato que parecia chorar como um bebé e quem passasse na rua poderia jurar ouvir-se um grito rouco ao mesmo tempo que desconcertantemente infantil. Muitas noites ouvia-se um grito rouco a gritar sou uma criança.

Tinha superabundância de gatos em casa. Só um chorava como um bebé. Era o preferido e chamou-lhe Chorão. Também tinha chorões no jardim, uma planta suculenta e invasora e brinquedo de Chorão – trincava as folhas carnudas verde brilhante quando jovens, a rasgar a vida, ou com laivos vermelhos quando envelhecidas, despedindo-se com um até já.

Os gatos e as flores eram quase tudo. O resto para que o tudo inche como um balão de ar quente era um nada de vista para o mar. Para isso, subia à clarabóia do telhado e olhava o nada de mar. Os gatos miavam abaixo dos pés quase sempre descalços. Anita raramente se calçava.

Anúncios

Deixe um Comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: