Umumbigo


nómada
Junho 9, 2014, 8:25 pm
Filed under: nostalgias

CXCIII

Desejou boa viagem ao nómada de pés sujos com quem cruzou um olhar rápido. Isso mesmo: um olhar e logo as palavras boa viagem, adivinhando que quem ia por ali seria nómada e seguiria  para um destino. Um destino muito exótico onde há estrelas cadentes e palmeiras altas. O nómada não respondeu, fosse talvez mudo ou surdo ou apenas tímido.

Seria tímido?

Helga repetiu a pergunta mentalmente: seria tímido?
Correu atrás dele, e quando lhe queria perguntar isso mesmo, atirou:

– És mal educado?
– Não sou domado.

A confusão instalou-se na cabeça dela se queria saber se seria muito tímido, a língua enrolara um mal educado, a resposta trazia um indomado. Percebera mal?

– Vou acompanhar-te, espero que não te importes – concluiu ao aperceber-se que a resposta fora belíssima, estava então a confusão limpa e brilhante, pronta a emaranhar-se de novo, os meus pés nos teus pés, ou os tens nos meus, algo assim, quem saberá, vamos por aí.

 

 

 

Anúncios

Deixe um Comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: