Umumbigo


pupila
Junho 18, 2014, 1:26 pm
Filed under: nostalgias

CCII

As pupilas estão muito dilatada. À distância a que as olha, nariz com nariz, parecem duas luas negras. A íris quase desapareceu. Lito imagina-se entrando ali, está já no interior do olho, o que vê ela ao olhá-lo? O que entende afinal dele e de si mesma? Pensa no risco que é partilhar a vida com alguém de quem nada se sabe a partir da pupila negra, incompreensível, enquanto acaricia o cabelo solto na brancura do lençol. Os olhos começam a fechar-se e  sabe que dentro há um poço do qual nunca verá o fundo porque não o tem.

Lucília adormece.

Anúncios

Deixe um Comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: