Umumbigo


álamos
Agosto 24, 2014, 3:35 pm
Filed under: nostalgias

CCXXXVII

Tantos álamos.

Tão altos.

Foi o mais extraordinário que viu durante muito tempo. Fechou-se depois em casa a escrever e a aumentar o vazio de não ver nada mais extraordinário do que aquilo durante muito tempo. Eram tantos e tão altos a chegar ao fim do céu. Depois disso o que há mais?

Anúncios

Deixe um Comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: