Umumbigo


vida
Agosto 30, 2014, 3:31 pm
Filed under: nostalgias

CCXLIII

Era uma manhã perfeita para serem felizes. Ninguém se apercebeu do que ali aconteceu para tudo se inverter. Só a vida, diria Maria. Aconteceu a vida que quis que Mariana e João gritassem nunca mais se verem. Como saberiam? Sempre haveria vida por acontecer, poderiam lá saber se aquilo seria real ou não, era uma projeção unicamente deles traçada num momento em que gostariam que de facto se concretizasse no futuro, mais do que gostariam precisariam, deram aquilo como certo – nunca mais te quero ver, nunca mais me vês – e deram aquilo como a solução do mundo, esqueceram-se haver sempre vida a acontecer e essa é a mais importante. A única que conta, sempre imprevisível e, no final do dia, definitiva.

Anúncios

Deixe um Comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: