Umumbigo


sorte
Janeiro 25, 2016, 6:40 pm
Filed under: poesia

é preciso ganhar ao tempo

jogar matraquilhos com ele

ver o espetáculo passar em

frente da janela sabendo que é

esplendor ou susto mediante a

nossa habilidade para atirar com

pés pequeninos

– quando não crescem

os ossos para o remate

sobra a sorte.

 

Anúncios

Deixe um Comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: