Umumbigo


Ganhar tempo
Maio 13, 2016, 9:14 am
Filed under: crónica, Moçambique

Antes da partida, disseram-me: há muito tempo que não temos tempo. Em África há a possibilidade de expandirmos o tempo. Agora aqui, depois onde estivermos. É algo que não se desaprende, talvez como andar de bicicleta.

Quando nos equilibramos, podemos ter exatamente as mesmas horas do dia, mas algo de mágico acontece: há muito mais tempo lá dentro.

Sabemos que o tempo é muito valioso, sabemos que é fugidio.  Então é preciso começarmos a aproximação devagar, ganhando confiança. Depois olhar a fundo os olhos do tempo. Afagar a pele. O tempo tem olhos grandes que refletem todos os mundos do mundo. Pode caber pouco tempo em anos seguidos e muito tempo em poucos segundos – ninguém pode contar os anos na pele do tempo. Também é preciso sussurrar algumas palavras ao ouvido e caminhar com pés de algodão para não o espantar. Os ouvidos do tempo ouvem o próprio tempo a passar.

O segredo está em compreendê-lo. Depois disso, teremos permissão para guiá-lo até onde vai a nossa imaginação. Também até onde vai afinal o tempo, mas isso ultrapassa a nossa dimensão. O que temos que lembrar é só o que podemos comandar. E que a nossa imaginação pode ir longe, muito longe.

IMG_1375

Anúncios

Deixe um Comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: