Umumbigo


terra vermelha
Janeiro 29, 2017, 7:37 pm
Filed under: poesia

Disse à Ana que viveria

uns tempos em Moçambique

e ela de olhos enormes e

coração na boca: a terra é

vermelha, Marta, vermelha!

a rir e eu a rir sem saber, depois

a frase dançou-me na cabeça

todo o tempo desde então

até começar a aterragem e ver

a terra quente da cor que a

Ana me contou com o coração na

boca e os olhos inteiros de espanto

que nunca desaprendeu a ter.

Só aí percebi o que me quis dizer,

só entao pude compreender

uma ínfima parte da saudade

nos olhos de quem viveu em África.

Anúncios

1 Comentário so far
Deixe um comentário

Republicou isto em O LADO ESCURO DA LUA.

Comentar por anisioluiz2008




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: