Umumbigo


rio
Fevereiro 8, 2014, 6:58 pm
Filed under: nostalgias

LXXIV

Se a janela dá para o rio, olhado através de uma moldura azul, muito azul, então o rio dá também para a janela, vista numa moldura muito branca. Olham-se de frente e intrigados. Questionam-se sobre aquele momento, também o que os levou até ali, tentando adivinhar entre sombras o futuro. Mariana e João, João e Mariana, e provavelmente também rio e janela, janela e rio. Lucília dormindo no meio da cama de casal, grande de  mais para os caracóis pequeninos. Mariana, João, Lucília, o rio azul e a janela branca.

– Temos dinheiro para pagar isto?

João acena que sim, se tudo se arranja.

– No outro dia, abriguei o teu pai de um temporal.
– Ele não sabe quem tu és.
– Vais contar-lhe algum dia?
– Algum dia, sim.

Anúncios